Serviço Social recebe Chico Alencar


Historiador e ex-deputado federal falou sobre a relação entre o Estado e a sociedade

Publicado em 26/4/2019

A Aula Magna do curso de Serviço Social recebeu o historiador e ex-deputado federal, Chico Alencar, para debater “A relação entre o Estado e a sociedade no Brasil contemporâneo”. Participaram do evento os alunos, egressos e professores do curso, além de acadêmicos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda. O encontro teve como objetivo discutir o assunto, além de marcar o ingresso da turma do primeiro ano de Serviço Social e oferecer um espaço de educação continuada para egressos do curso.

O debate se constituiu como um momento de sistematização de fundamentação teórica que facilitou a compreensão do processamento da relação entre o Estado e a sociedade no país, de acordo com a coordenadora do curso, Karin Escobar.  “É da relação entre o Estado e a Sociedade que emergem as estratégias de enfrentamento da questão social, cujas expressões se constituem objeto de intervenção do assistente social nas mais diversas políticas sociais”, explicou a coordenadora.

Segundo Karin, só o Estado tem o poder de universalizar as políticas sociais e pensar na proteção social.  “Em um momento de esvaziamento de políticas públicas fundamentais, o assistente social precisa atuar neste cenário defendendo esse papel do Estado”, continuou a coordenadora.

O profissional de Serviço Social lida com a diversidade da sociedade, suas classes sociais, em especial as que são mais esquecidas, desassistidas e exploradas, conforme aponta Chico Alencar. “O Estado tem por finalidade teórica prover o bem comum, a dignidade humana e as políticas públicas para que haja uma condição de oportunidades iguais para todos”, frisou o historiador que completou:

- Seria o ideal, mas, infelizmente, vemos um estado com políticas públicas que obedecem a determinados interesses e reforçam privilégios muitas vezes. A questão central é redemocratizar o Estado para que ele não seja uma instituição cheia de interesses privados embutidos no seu interior. Fala-se muito em privatização e a tarefa mais importante para o Serviço Social é desprivativar o Estado brasileiro.

Para Josiane Almeida, aluna quarto ano de Serviço Social, a atividade complementou toda sua formação. “Durante o curso, tivemos a oportunidade de debater o papel do Estado e suas funções e como devemos nos portar perante a isso; a palestra de um profissional como o Chico Alencar vem para coroar todo um trabalho que foi feito conosco, além de nos dar ainda mais base e vivência para debatermos a nossa condição no mercado de trabalho”, concluiu.

Confira alguns registros: 


Veja Também: