Uma profissão em alta

18/08/2016 - Especialização

Para saber mais, acesse: www.unifoa.edu.br/pos
Apesar da crise econômica e política que o Brasil vive atualmente, uma profissão que continua em alta e necessitando cada vez mais de profissionais é a de engenheiro de segurança do trabalho. Isso acontece, segundo o coordenador do curso de especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho, Oscar Chaves, principalmente porque “as empresas têm a necessidade de redobrarem a atenção com segurança e este profissional tornou-se uma figura chave neste processo. Como consequência, o salário torna-se mais atrativo. Outro fator a se destacar são as chances que o engenheiro ou arquiteto tem de aumentar o leque de possibilidades de encaminhamento da sua carreira de trabalho”, afirma o professor.

Oscar destaca também que as empresas estão cada vez mais buscando investir na segurança dos seus profissionais e também no seu patrimônio e para isso há necessidade dessa mão de obra especializada. “Cada vez mais os consumidores buscam um diferencial na hora de consumir um produto e ninguém quer um serviço que tenha sua imagem ligada a uma cadeia produtiva com um rasto de doenças, acidentes, mortes ou condições degradantes de trabalho”, destaca. Hoje, a segurança no trabalho não é apenas uma conquista da indústria; nas áreas de agricultura, serviços e comércio também há profissionais atuando neste segmento.

Para se tornar um engenheiro de segurança do trabalho, é necessário que o profissional seja graduado em engenharia ou arquitetura e faça um curso de especialização na área. O UniFOA, através do seu Programa de Especialização, oferece, a cada semestre, este curso.

Segundo Oscar, o curso possui um conteúdo multidisciplinar que é ministrado em 610 horas/aula. Os temas são: Introdução à Engenharia de Segurança do Trabalho; Prevenção e Controle de Riscos em Máquinas; Equipamentos e Instalações; Higiene do Trabalho; Proteção ao Meio Ambiente; Proteção Contra

Incêndio e Explosão; Gerência de Riscos; Psicologia na Engenharia de Segurança; Comunicação e Treinamento; Administração aplicada à Engenharia de Segurança; O Ambiente e as Doenças do Trabalho; Ergonomia e Legislação e Normas Técnicas.

Veja Também