Prêmio Capes de Tese 2016


Coordenadora do curso de Serviço Social é indicada

Publicado em 26/7/2016

A tese de doutorado da coordenadora do curso de Serviço Social, Mônica Barison, que recentemente foi lançada como livro, foi indicada pelo Departamento de Serviço Social da PUC-Rio para concorrer ao Prêmio Capes de Tese 2016.

Com o título “Judicialização da Questão Social: Um estudo a partir dos processos de interdição das pessoas com transtornos mentais”, a tese foi escolhida dentre todas as teses defendidas em 2015 no programa de Pós-graduação em Serviço Social da PUC-Rio. “Eu fiquei extremamente honrada por ter sido indicada dentre tantos trabalhos e representar o programa com certeza é muito gratificante”, comemorou Mônica. 

A professora contou que o trabalho analisa o protagonismo do Poder Judiciário no enfrentamento da questão social dos processos de interdição de pessoas com transtornos mentais. “A judicialização da questão social se dá a partir da transferência de responsabilidades do Poder Executivo para o Judiciário no que se refere à garantia de direitos sociais, levada a cabo no processo de interdição, o que acaba privando os interditados do gozo dos direitos civis e políticos”, explicou acrescentando que o resultado sai em outubro. 

Criado em 2005, o Prêmio Capes de Tese é constituído pelo Prêmio Capes de Tese e o Grande Prêmio Capes de Tese e é outorgado anualmente em reconhecimento às melhores teses de doutorado aprovadas nos cursos de pós-graduação adimplentes e reconhecidos no Sistema Nacional de Pós-Graduação em cada uma das 48 áreas do conhecimento.


Veja Também: