O mal do nosso século


Musical da Comunicação debate patologias sociais

Publicado em 6/12/2018

O Musical da Comunicação, promovido anualmente pelos cursos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda, reuniu alunos, professores e familiares para um espetáculo de dança, música, dramatização e declamação com o tema “Mal do Século”, que abordou as principais doenças mentais da atualidade, como depressão, ansiedade, síndrome do pânico, entre outros. O evento aconteceu nessa quarta-feira, 5, pela primeira vez no auditório William Monachesi, no campus Olezio Galotti.

Foram meses de preparação para o espetáculo que é dirigido pela professora de Língua Portuguesa, Denise Schetino. “O objetivo foi trazer uma reflexão a respeito do tema, para que o público pudesse enxergar de maneira diferente os males do século que vêm atingindo cada vez mais pessoas”, pontuou.

Evento tradicional na agenda dos dois cursos, são os alunos dos primeiros anos de Jornalismo e Publicidade e Propaganda que interpretam, dançam, cantam e declama. O musical traz sempre temas atuais e com impacto social que enriquecem o conhecimento dos acadêmicos, segundo o coordenador de Publicidade e Propaganda, Douglas Gonçalves.

“A sociedade às vezes esconde ou trata como tabu algumas temáticas, como depressão e o suicídio, e o fato de a gente não olhar para o que está acontecendo com a sociedade atualmente leva a coisas mais graves. Se o aluno desde o primeiro lida com esse tema e traz a família para refletir, causamos um impacto interessante, porque abrimos os olhos de todos para o que está acontecendo ao nosso redor”, completou Douglas.

Matheus Souza, aluno do primeiro ano de Jornalismo, produziu reportagens sobre patologias sociais, que foram exibidas no decorrer das apresentações. “Foi uma experiência prática que me oportunizou viver a profissão que escolhi. Além do mais, trouxe uma gama de conhecimentos a respeito dessas doenças e também nos ajuda a lidar com o público”, comentou o acadêmico.

O musical é um projeto de extensão dos cursos de Comunicação e envolve muito mais do que atuação, uma vez que amplia o diálogo acadêmico com a comunidade sobre temas que desenvolvem a consciência crítica com valores éticos, além de despertar o interesse pela cultura, principalmente a brasileira.

“A realização do musical aqui no campus Olezio Galotti possibilitou, também, a presença de acadêmicos de outras áreas do conhecimento, o que reverberará um discurso que está colocado e não podemos fechar os olhos. A professora Denise tem sempre muita propriedade na construção do espetáculo, por sempre trazer temáticas que são inerentes à condição que vivemos atualmente”, finalizou a coordenadora do curso de Jornalismo, Angélica Arieira.


Veja Também: