Faça parte da Empresa Jr do UniFOA


Inscrições abertas: contato próximo com grandes empresas da região

Publicado em 1/3/2019

Estão abertas, até o dia 7 de março, as inscrições para a diretoria da Empresa Jr. Para se inscrever, o aluno deve estar matriculado em qualquer curso de graduação do UniFOA; as eleições acontecem no dia 15 de março. Confira aqui o edital

A Empresa Jr

Localizada no campus José Vinciprova, na Vila Santa Cecília, o UniFOA conta com a Empresa Jr para atender profissionais da região que precisam de serviços especializados, prestados por alunos de diversos cursos da instituição, com orientação dos docentes.

A participação do acadêmico se dará de duas formas: como membro da diretoria, compondo um dos sete cargos (diretor financeiro, diretor administrativo, diretor de marketing, diretor ambiental, diretor de engenharias e diretor de tecnologias) ou como aluno associado, que se coloca à disposição do órgão para participar dos projetos.

O professor José Marcos Rodrigues, Zito, coordenador do curso de Engenharia Civil e interlocutor da empresa, explicou que a demanda chega à diretoria e os membros são responsáveis por montar equipes de trabalho com os alunos associados. “Caso o solicitante necessite de um plano de divulgação da sua marca, a diretoria se reúne e monta um grupo com alunos dos cursos de Comunicação e Design para pensar na estruturação do pedido do cliente”, exemplificou o professor.

Trabalhar na Empresa Jr já prepara o acadêmico para o mercado. “O aluno passa a ter noções reais de mercado; networking através do contato direto com clientes e profissionais da área; aprende a trabalhar em equipes multidisciplinares; além de aprender a trabalhar com hierarquia”, listou.

O custo para o empresário chega a 30% do valor comercial, de acordo com Zito, uma vez que o foco da Empresa Jr não é o lucro, mas sim a prática dos alunos. “O cliente será responsável por pagar apenas os gastos com o projeto, como material, transporte dos alunos, entre outros. O objetivo da empresa é, justamente, colocar o aluno para trabalhar na sua área para que ele possa desenvolver networking e já desenvolver o empreendedorismo desde a graduação”, continuou Zito.

Os trabalhos produzidos se tornam artigos científicos para, posteriormente, serem divulgados em suas áreas de conhecimento. “É uma experiência que ambienta o aluno no mercado de trabalho e ainda enriquece o seu currículo profissional e acadêmico, uma vez que interliga ensino, pesquisa e extensão”, encerrou o coordenador.


Tags:

Veja Também: