Escolhido o nome do Mascote


O camaleão do Portas Abertas agora se chama Ptolomeu

Publicado em 23/10/2018

Durante o mês de setembro e outubro, os colégios que se inscreveram para o UniFOA de Portas Abertas puderam enviar sugestões de nomes para o mascote do evento. Ao todo foram contabilizados 14 nomes e, em votação feita pelos alunos do ensino médio durante as atividades no dia 10 de outubro, o ganhador foi "Ptolomeu", sugerido pelo Centro Educacional Jardim Amália (CEJA).

Ptolomeu ganhou com 43 votos entre os 115 votantes. O conceito utilizado para escolha do nome foi histórica, tendo em vista que existiu um grande cientista grego com este nome, que foi reconhecido pelos seus trabalhos em matemática, astrologia, astronomia, geografia e cartografia.  

O nome foi em comum acordo entre a coordenadora do Ensino Médio e professora de História, Soraya Pereira, e os alunos. A coordenadora do Ceja Ellen Fernanda, que recebeu o prêmio, um projetor, falou de como foi gratificante. "Ficamos muito felizes, o CEJA está honrado com essa escolha. Agradeço em nome da professora Soraya e dos alunos", disse. 

Por que Ptolomeu?

A escolha do CEJA pelo nome foi homenagear Cláudio Ptolomeu, um cientista grego que viveu em Alexandria, Egito, e é reconhecido pelos seus trabalhos em matemática, astrologia, astronomia, geografia e cartografia. Realizou, também, trabalhos importantes em ótica e teoria musical. O Egito se destaca na história da Medicina, assim como na figura também do grande general e Faraó Ptolomeu I. Sendo mascote do UniFOA, nada melhor do que um nome de peso para a questão educacional. Ptolomeu, sugerido pelos alunos do primeiro ano e em uma votação interna no colégio, mostra o lado intelectual do UniFOA.


Veja Também: